PERSPECTIVA DIALÓGICA DE EDUCAÇÃO E DE LEITURA: ALGUMAS REFLEXÕES

Maria de Fátima Xavier da Anunciação de Almeida

Resumo


Neste trabalho realizamos uma reflexão teórica para pensarmos nas ressonâncias trazidas pelas teorias de educação e de leitura que fossem bases à prática educativa do/a professor/a de português. Apropriamo-nos dos referenciais de educação de Paulo Freire e do pensamento filosófico-linguístico de M. Bakhtin e de pensadores de seu Círculo linguístico, uma vez que o/a professor/a de português, no continum de sua formação, necessita se apropriar de teorias de educação, linguagem e de leitura para fundamentar a sua prática docente. Isso significa dizer que em toda prática educativa há um posicionamento político, pois não existe prática educativa neutra, apolítica. Demonstramos a nossa tese apresentando os fundamentos de educação de Paulo Freire e de leitura (linguagem) de M. Bakhtin. A dialogicidade, para Freire, é a essência da educação como prática da liberdade, da educação problematizadora. Desse modo, o diálogo é um fenômeno humano, que se configura na palavra, sendo essa um meio para que o realize. Já Bakhtin teoriza a leitura como compreensão responsiva, por isso, ativa, do tema da enunciação, ou seja, no ato de ler – compreender/construir sentidos - o leitor necessita compreender os sentidos completos, únicos da enunciação dentro do contexto de sua produção.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail; VOLOCHÍNOV. V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. Problemas Fundamentais do Método Sociológico na Ciência da Linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira com colaboração de Lúcia Teixeira Wisnik e Carlos Henrique D. Chagas Cruz. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1988 [1977].

BAKHTIN, Mikhail. Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003 [1992].

CEREJA, Magalhães. Significação e tema. In: BRAIT, Beth (Org.). Bakhtin: Conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2005.

FARACO, Carlos Alberto. Linguagem e diálogo: as ideias linguísticas do círculo de Bakhtin. 2. ed. São Paulo: Criar Edições, 2006.

FIORIN, José Luiz. Introdução ao pensamento de Bakhtin. 1. reimp. São Paulo: Ática, 2006.

FREIRE, Paulo. Política e educação. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. 10 ed. Trad. Adriana Lopez. São Paulo: Paz e Terra, 2003.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. 32. reimp. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 14. ed. rev., atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 54. ed. rev., atual. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

ZITKOSKI, Jaime José. Paulo Freire & a Educação. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2020n40p135-140

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons