PRÁTICAS DE ENSINO DA LEITURA E DA ESCRITA PENSADAS A PARTIR DOS SABERES TECIDOS ENTRE OS CAMPOS FORMATIVOS-PRÁTICOS

Crislainy de Lira Gonçalves, Priscila Maria Vieira dos Santos Magalhães, Lucinalva Andrade Ataide de Almeida

Resumo


Este artigo consiste em uma revisão teórica que objetiva discutir a mobilização dos saberes docentes nas práticas de ensino da leitura e da escrita. Depreendemos que os saberes docentes são mobilizados a partir de relações tensionadas entre os campos teóricos e de atuação profissional.


Texto completo:

PDF

Referências


CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 22. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

CHARTIER, A-M. 1980-2010: trinta anos de pesquisas sobre a história do ensino da leitura. Que balanço? In: MORTATTI, M. R. L. (Org.). Alfabetização no Brasil: uma história de sua história, São Paulo: Editora Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2011. Disponível em: https://www.marilia.unesp.br/Home/Publicacoes/alfabetizacao.pdf

________. Alfabetização e formação dos professores da escola primária. Revista Brasileira de Educação, n.8, p.4-12, 1998. Disponível em: http://anped.tempsite.ws/novo_portal/rbe/rbedigital/RBDE08/RBDE08_03_ANNE-MARIE_CHARTIER.pdf

________. Leitura escolar: entre pedagogia e sociologia. Revista Brasileira de Educação, n. 0, p. 17-52, set./dez. 1995. Disponível em: http://anped.tempsite.ws/novo_portal/rbe/rbedigital/RBDE0/RBDE0_04_ANNE-MARIE_CHARTIER.pdf

________. Ensinar a ler e escrever, entre teoria e prática. Palestra apresentada na V Semana da Educação, da Fundação Victor Civita. São Paulo, 20 de outubro de 2010. Disponível em:

http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/ article/view/40774/pdf_108

https://novaescola.org.br/conteudo/1635/palestra -de-anne-marie-chartier-na-semana-da-educacao-2010

________. Fazeres ordinários da classe: uma aposta para a pesquisa e para a formação. Educação e Pesquisa, v. 26, n. 2, p. 157-168, Dec. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v26n2/a11v26n2.pdf

________. Os três modelos da leitura entre os séculos XVI e XXI: como as práticas sociais transformam os métodos de ensino. Revista Brasileira de História da Educação, v. 16, n. 1[40], p. 253 – 295, jan./abr. 2016. Disponível em:

Disponível em: https://revistas.pucsp.br/revph/article/view/11107/8151

CHARTIER; HÉBRARD, J. A invenção do cotidiano: uma leitura, usos. Projeto História, v. 17, p. 29-44, nov. 1998.

DUBAR, C. A Socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Porto: Porto Editora, 1991.

AUTORES

HYPÓLITO, A. M. BNCC, agenda global e formação docente. Retratos da escola. Brasília, v. 13, n. 25, p. 187-201, jan./mai. 2019.

AUTORES

MORAIS, Artur Gomes; ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia. Alfabetização e Letramento: o que são? Como se relacionam? Como “alfabetizar letrando”. In: ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia; LEAL, Telma Ferraz (Org.). A alfabetização de jovens e adultos em uma perspectiva de letramento. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. Porto, Portugal: Afrontamento, 1987.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1998.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2010.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2021n45p77-85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons