OS (DES)EQUILÍBRIOS DOS ESPAÇOS ESCOLARES DA LEITURA: UM OLHAR PARA O PNBE

Ilsa do Carmo Vieira Goulart, Maria das Dores Soares Maziero, Andrea Rodrigues Dalcin, Giovanna Rodrigues Cabral

Resumo


O Programa Nacional Biblioteca da Escola, iniciado em 1997, apoia a promoção da cultura, estimulando a leitura entre alunos/professores, através da distribuição de obras literárias e de pesquisa para constituição de acervo nas bibliotecas escolares de todo o país, por compreendê-las como o espaço de gerenciamento das obras e de favorecimento de acesso à leitura, contribuindo para a formação de leitores. Diante disso, este texto tem por objetivo apresentar uma reflexão sobre as políticas de incentivo à leitura, especificamente o PNBE, com foco nos espaços escolares de leitura. Para tanto, desenvolve-se um estudo descritivo, com uma abordagem qualitativa, a partir dos documentos do PNBE e da BNCC, de modo a dar visibilidade aos (des)equilíbrios das ações de incentivo à leitura no Brasil, nos últimos anos.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Brasília, DF, 2019b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/programa-nacional-biblioteca-da-escola . Acesso em: 10 jun. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Portaria nº 584, de 28 de abril de 1997. Institui o Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 29 abr. 1997b. Seção 1, p. 8519.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE). Brasília, DF, 2019b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/programa-nacional-biblioteca-da-escola . Acesso em: 10 jun. 2021.

BRITTO, Luiz Percival Leme. No lugar da leitura: biblioteca e formação. Rio de

Janeiro: Edições Brasil Literário, 2016.

CASTRILLON, Silvia. Biblioteca escolar: um modelo legimista o una propeusta transformadora? Revista Lectura y Vida, Buenos Aires, ano 30, n.4, p. 6-12, 2009. Disponível em: file:///C:/Users/MARCOS%20GOULART/Downloads/30_04_Castrillon.pdf Acesso em: 20 jul. 2021.

GHAZIRI, S. M.; ARENA, Dagoberto Buim. Da convivência com livros à necessidade de leitura: relatos acerca da criação de uma sala de leitura. Revista Digital Leitura Crítica (IMES), v. 3, p. 1-9, 2010.

GOULART, Ilsa do Carmo Vieira; REIS, Eliane Gonçalves dos; CASTRO, Fernanda Vilela. Biblioteca escolar: espaço de interação e integração da ação leitora. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 224-244, abr./jul., 2018. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/76513 Acesso em: 20 jul. 2021.

PERROTTI, Edmir. Estações de leitura, dispositivos de mediação cultural e a luta pela palavra. Revista Nuances: estudos sobre Educação, Presidente Prudente-SP, v. 26, n. 3, p. 93-112, set./dez. 2015. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/issue/view/264/showToc Acesso em: 20 jul. 2021.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS. IFLA School Library Guidelines, 2015. Portuguese Translation/ Tradução portuguesa

Traduzido por: Rede de Bibliotecas Escolares, Portugal, 2016. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/school-libraries-resource-centers/publications/ifla-school-library-guidelines-pt.pdf Acesso em: 20 jul. 2021.

ROSA, Rosemar; ESTEVAM, Humberto Marcondes; BESSA, José Antonio. [Orgs.]. A Biblioteca no Contexto Escolar. Uberaba-MG: IFTM, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2022n46p269-279

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons