CARTOGRAFANDO A LINGUAGEM NO ENSINO MÉDIO

Wesley Magalhães Viana

Resumo


Este trabalho tem como objetivo estudar a linguagem em uma perspectiva interacionista, a partir de sua relação com o ensino de língua portuguesa no Ensino Médio. Para isso, linguagem e ensino são conectados à filosofia de Gilles Deleuze e Félix Guattari (1980), a fim de analisar a subjetividade construída na instituição escola. Em seguida, movimentos de fuga são sinalizados a partir de linhas éticas, estéticas e políticas no componente de língua portuguesa do Ensino Médio, na Base Nacional Comum Curricular (BRASIL, 2018), guia normativo para a educação básica no Brasil. Com isso, acreditamos ser possível pensar um ensino de língua portuguesa que não reproduza o poder do Estado.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020.

DELEUZE, Gilles. Conversações. Trad. Peter Pál Pelbart. São Paulo: Editora 34, 2017.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O que é a Filosofia? Trad. Bento Prado Jr. e Alberto Alonso Muños. São Paulo: Editora 34, 2016.

_________. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. v.1. Trad. Aurélio Guerra Neto et al. Rio de Janeiro: Editora 34, 2019.

_________. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. v.2. Trad. Aurélio Guerra Neto et al. Rio de Janeiro: Editora 34, 2019.

HOUAISS, Antônio (dir.). Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa 3.0. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

PINHEIRO, Izabelle Girão. Letramento Multimodal Crítico com fotografias em aulas de língua portuguesa. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) — Centro de Humanidades, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2021n44p225-229

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons