TEM MULHER NA BRINCADEIRA? FALAS FEMININAS, CORPO E DANÇA NA TRADIÇÃO DO CAVALO MARINHO PERNAMBUCANO

Tainá Dias de Moraes Barreto

Resumo


Este artigo pretende compartilhar uma trajetória de investigação empreendida por uma dançarina-pesquisadora sobre o Cavalo Marinho, brincadeira popular da Zona da Mata Norte de Pernambuco, originalmente feita por homens. O trabalho dialoga com produções de Dança e Teatro que se valem de princípios estéticos, técnicos e expressivos de tradições brasileiras na criação cênica. Com base em imersão em campo, o objetivo do trabalho é refletir sobre a participação das mulheres no Cavalo Marinho. A partir daí, criar uma poética e refletir sobre questões de gênero imbricadas nessa manifestação. Para tanto, propõe-se um deslocamento de olhar justamente para trazer à tona aspectos usualmente não privilegiados nas descrições desse folguedo. O que é bastidor passou a ser objeto de estudo para refletir como a aparente não participação das mulheres determina e molda, de certa maneira, a estética e o funcionamento do Cavalo Marinho.

Texto completo:

PDF

Referências


ACSELRAD, Maria. ‘Viva pareia!’ Corpo, dança e brincadeira no cavalo-marinho de Pernambuco. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2013.

DIAS, Karina. Entre Visão e Invisão: paisagem. 1. ed. Brasília, DF: Ed. UnB, 2010.

DOMENICI, Eloisa. A pesquisa das danças populares brasileiras: questões epistemológicas para as artes cênicas. Cadernos do GIPE-CIT (UFBA), v. 23, p. 7-17, 2009.

LARANJEIRA, Carolina Dias. Corpo, cavalo marinho e dramaturgia a partir da investigação do Grupo Peleja. Dissertação de Mestrado. Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

ONFRAY, Michel. Teoria da viagem – poética da geografia. Porto Alegre: L&PM editores, 2009.

PIRES, Renata. Registro fotográfico do projeto de pesquisa Ausências Presentes: corpos femininos em trança, FUNCULTURA / PE, 2012.

RAGO, Margareth. Descobrindo historicamente o gênero. Cadernos Pagu, n. 11, p. 89-98, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2019n39p19-30

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons