PRÁTICAS EDUCATIVAS DE EGRESSOS DA LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO IFPA/PROCAMPO, CASTANHAL, PARÁ

Márcia Cristina Lopes Silva

Resumo


Este artigo traz parte das reflexões realizadas na tese de doutorado intitulada “Caminhos da interdisciplinaridade: da formação por área de conhecimento às práticas educativas de egressos da Licenciatura em Educação do Campo (LEdoC), do Instituto Federal do Pará (IFPA), campus de Castanhal. As discussões aqui apresentadas são resultantes da pesquisa qualitativa, e dos instrumentos metodológicos observação participante, entrevistas semiestruturadas e entrevista coletiva. A investigação partiu das observações das práticas educativas do trabalho com a interdisciplinaridade nas escolas em que atuam os educadores egressos da referida LEdoC. Foram entrevistados oito egressos que residem e atuam como educadores em diferentes localidades rurais na região do nordeste paraense, sendo também analisadas as suas práticas educativas e as influências do curso nas ações que estes desenvolvem em sala de aula. Nesse contexto, foi percebido que o curso contribuiu em práticas educativas contextualizadas, trazendo a problematização dos conteúdos escolares para a realidade dos estudantes.


Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, M. G. Pedagogias em movimento: o que temos a aprender dos movimentos sociais? Revista Currículo sem fronteiras, v. 3, n. 1, p. 28-49, jan./jul., 2003. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org. Acesso em: 31 mar. 2017.

ARROYO, M. G. A escola e o movimento social: relativizando a escola. ANDE, n. 12, p. 16-21, 1989.

BANDEIRA. H. M. M; IBIAPINA, I. M. L. Prática educativa: entre o essencialismo e a práxis. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 23, n. 42, p. 07-117, jul./dez. 2014.

BARRETO, V. Paulo Freire para educadores. São Paulo: Arte & Ciência, 1998.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2012.

BERNARDES, S. T. de A. Um gosto poético: interações teoria e prática na formação do professor. Revista profissão docente on-line, Uberaba, v. 9, n. 21, p. 19-40, jan./jul. 2009. Disponível em: http://www.revistas.uniube.br/index.php/rpd/article/viewFile/227/378. Acesso em: 07 abr. 2017.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Que estabelece as Diretrizes e Bases Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 12 fev. 2017.

CALDART, R. S. Educação do Campo. São Paulo: Expressão Popular. p. 257-265. Verbete do Dicionário da Educação do Campo, 2012.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. A importância do ato de ler em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2014

FREIRE, P. S. Pedagogia da práxis: o conceito do humano e da educação no pensamento de Paulo Freire. 2010. 147 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

KRAMER, S. Por entre as pedras: arma e sonho na escola. 3. ed. São Paulo: Ática, 2003.

LIMA, A. R. S. de. Cartografia de saberes nas práticas Educativas Cotidianas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST na Amazônia Paraense. 2007. 266 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Estado do Pará, Belém-PA, 2007.

MARTINS, A. A. ROCHA, M. I. A. (Org.). Licenciatura em Educação do Campo: Histórico e projeto político-pedagógico. Educação do Campo, desafios para a formação de professores. Belo Horizonte/ MG: Autêntica Editora, 2009.

MACÊDO, M. M. O desenvolvimento de uma educação contextualizada como liberdade. Disponível em: http://www.coloquiointernacional.unimontes.br/2008/arquivos/90magdamartinsmacedo.pdf. Acesso em: 05 jun. 2017.

RODRIGUES, C. L.; AMARAL, M. B. Problematizando o óbvio: ensinar a partir da realidade do aluno. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓSGRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 19., Caxambu, 1996. Anais... Caxambu: ANPED, 1996. p. 197.

SCHMITT, M. A. Ação-Reflexão-Ação: a prática reflexiva como elemento transformador no cotidiano educativo. Protestantes em Revista, São Leopoldo, RS, v. 25, maio-ago. 2011.

SILVA J.; RAMOS M. M. S. Prática pedagógica numa perspectiva interdisciplinar. http://leg.ufpi.br/subsiteFiles/ppged/arquivos/files/eventos/200.gt3/GT3_2006_08.PDF. 2006. Acessado em: 18/04/2016.

VÁZQUEZ, A. S. Filosofia da práxis. Tradução Luiz Fernando Cardoso. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.

VEIGA, I. P. A. A prática pedagógica do professor de Didática. 2. ed. Campinas: Papirus, 1992.




DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026a2020n42p51-61

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Linha Mestra Associação de Leitura do Brasil (ALB)
e-ISSN: 1980-9026
DOI: https://doi.org/10.34112/1980-9026

Licença Creative Commons